Imprimir Resumo


Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa
Resumo

Poster


A EXPRESSIVIDADE EM CRUZAMENTO LEXICAL NO POEMA PRIMEIRA COMUNHĂO DE CRUZ E SOUSA: ENTRE PUREZAS E VOLÚPIAS

Autores:
Janaina Santana da Silva (UFMT - Universidade Federal de Mato grosso)

Resumo:

De modo geral, a neologia cumpre o papel de ampliar o léxico de uma língua pela criação de unidades léxicas novas para a (re)nomeação e registro de novas experiências (fatos ou objetos) do/no universo. Tal procedimento resulta do processo social de cognição da realidade, evolutiva por natureza. Porém, dentre os diferentes modos de realização da neologia, a neologia estilística, para além da inovação lexical, concorre para a manifestação da expressividade da palavra para traduzir de maneira diferenciada, original ou inédita, certas visões pessoais do mundo (GUILBERT, 1975) em discursos específicos como o literário, o familiar, o jornalístico, ou outros similares. Este trabalho faz parte de pesquisa em andamento e tem por objetivo apresentar um modo de compreensão de unidade léxica criada por processo de cruzamento lexical no poema “Primeira Comunhão” de Cruz e Souza (CRUZ E SOUZA, 2008), buscando demonstrar sua expressividade no enunciado em que se insere e o modo como ela faz sentido no discurso. A pesquisa fundamenta-se nos Estudos Lexicais para a classificação e análise da unidade léxica criada, na Estilística Léxica para o desvelamento da expressividade que dela emana e no critério lexicográfico para a sua atestação. Os resultados parciais da pesquisa apontam que a unidade léxica criada, tendo-se em conta sua estrutura particularizada pelo processo de criação que a originou, é reveladora estética e simbolicamente da instabilidade ou inconstância entre o puro e o voluptuoso no poema, de modo a marcar uma forma de expressividade no enunciado e a pontuar um recurso discursivo cruzesouziano.