Imprimir Resumo


Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa
Resumo


ExperiÍncia de ensino de PLE para imigrantes haitianos no sul do Brasil

Autores:
Adriano Mafra (IFC - Instituto Federal Catarinense) ; Raquel da Silva Yee Yee (IFC - Instituto Federal Catarinense)

Resumo:

Esta proposta de apresentação visa a relatar a experiência de ensino de português como língua estrangeira (PLE) promovida em 2017 e 2018 pelo Instituto Federal Catarinense (IFC) Campus Ibirama. Trata-se de uma ação de extensão desenvolvida para atender a uma demanda de imigrantes haitianos que residem atualmente em Presidente Getúlio, Santa Catarina, Brasil. De acordo com dados da Assistência Social de Presidente Getúlio, os primeiros haitianos começaram a chegar na cidade a partir de 2013 em busca de novas oportunidades de emprego (BARTEL, 2016a; 2016b; 2017). Dentre todas as dificuldades relacionadas à adaptação ao novo contexto, talvez a barreira criada por não se dominar o idioma do país seja a principal dificuldade encontrada por esse público. A atividade de extensão iniciou em 2017 e contabilizou 30 encontros com uma turma de 18 participantes; a continuação em 2018 certificou 15 alunos, em um módulo de 10 encontros no nível II. O público, majoritariamente masculino, tinha idade entre 25 e 35 anos e apresentava diferentes níveis de proficiência em língua portuguesa. Muitos deles, inclusive, apresentavam diferentes níveis de instrução, o que influenciava diretamente no aprendizado do novo idioma. O projeto, tanto em 2017 quanto em 2018, teve a participação de uma bolsista do Ensino Médio, cujo trabalho de assistência ao ensino lhe rendeu a participação em eventos locais e regionais para a divulgação dos resultados do projeto. Tendo em vista que o domínio da modalidade oral do português brasileiro interfere sobretudo em questões de ordem profissional e nas relações interpessoais de modo geral, a tônica das aulas esteve relacionada ao desenvolvimento da competência comunicativa do idioma estudado.